Cabaz Alimentar – Uma Indignação Agridoce

Tomates em Revolta: A Luta pela Acessibilidade Alimentar

— Vão roubar para o Diabo! Os tomates deveriam estar baratos! É a altura deles.

Caros leitores, permitam-me transmitir a uma indignação em alto e bom som! Esta é a voz de uma senhora.

Uma senhora que já viu muitas estações e presenciou muitas mudanças ao longo dos tempos. Mas nunca nos seus anos de vida, pensou que chegaria a tal ponto.

O assunto do momento é o preço dos tomates, sim, essas suculentas e vermelhas jóias da horta.

Escuto ainda mais vozes do passado, de uma minha conhecida e sábia senhora:

— No tempo do bom tomate, qualquer um é bom cozinheiro.

Concordo com ela! Quando os alimentos são frescos e acessíveis, até o cozinheiro mais inexperiente pode brilhar na cozinha.

Se o cabaz alimentar permitisse, pelo menos com tomate será fácil ser bem-sucedido numa enorme variedade de receitas:

  • Caldeiradas
  • Sopa
  • Gaspacho
  • Saladas
  • Recheios

Isto tudo, mais aquilo que a imaginação alcança, um universo de possibilidades regadas com um fio dourado de azeite.

Uma delícia de receitas! E os preços? Esses nunca são apetitosos.

Inflação Desenfreada e os Desafios Financeiros!

Antes da guerra Rússia/ Ucrânia, no tempo da abundância de tomate, comparavam-se os mesmos a rondar os €0.50, presentemente por €2, verifica-se inflação semelhante para outros produtos primários.

Alguns exemplos do Cabaz Alimentar:

  • 1 kg Batata €1.5, antes €0,50
  • 1 kg Batata €2.5, antes €0,80
  • 1 kg Batata €1.6, antes €0,30

Contra a Injustiça: Unindo-nos pela acessibilidade do Cabaz Alimentar!

Já vivi o suficiente para ver os altos e baixos da vida, mas esta escalada de preços está para além do razoável.

Reclamemos, protestemos, lutemos por um cabaz alimentar acessível a todos, onde o tomate e os outos alimentos sejam uma bênção, não um luxo inalcançável.

Que o estado nos permita comprar diretamente ao produtor, ou que controle os gananciosos intermediários.

Justiça aos nossos pratos, à esperança e à criatividade da culinária da cozinha portuguesa.

Queremos uma sociedade onde não haja necessidade de pedir esmolas para sobreviver!

Podes Falar Com

Descubra, inspire-se na sua jornada pessoal, profissional com o Podes Falar Com – o seu guia para o entretenimento, leitura ou escrita.

Índice

Partilhar

Artigos recentes

Categorias

Follow Us

Weekly Tutorial

Inscreva-se na nossa Newsletter. Fique por dentro das novidades.

UPS! JÁ CLICOU “AQUI”?

Ainda não temos o próximo capítulo